Ho-ho-ho

Ho-ho-ho

segunda-feira, 6 de abril de 2009

IV Semana do Diretor

Achou: 
Para quem gosta de cinema, aí vai a dica dessa semana:

O Museu de Imagem e Som (MIS) recebe a IV Semana do Diretor, e destaca filmes do italiano Michelangelo Antonioni. As sessões serão acompanhadas de deabates após a exibição que ocorrem de hoje (06) à 10 às 19h e 11 às 16h.

Programação:

Segunda, 6
A AVENTURA (1960) - Um grupo de italianos ricos está em um cruzeiro pela costa da Sicília, quando uma das integrantes desaparece misteriosamente. Seria assassinato, seqüestro, acidente ou suicídio? Enquanto seu namorado e sua melhor amiga a procuram pela Itália, eles começam a ter um caso. Superando nossas expectativas, Antonioni transforma um mistério em uma reflexão sobre a existência humana. Considerado um dos melhores filmes dos anos 50, A Aventura abre a trilogia de Antonioni sobre a mulher contemporânea.
- Debate: mediação de Igor Alexandre Capellato

Terça, 7
A NOITE (1961) - Após dez anos de casamento, Lídia e Giovani passam uma noite permeada de momentos de angústia e luxúria, numa busca involuntária de respostas para a crise de seu relacionamento. Segundo filme da célebre "trilogia da incomunicabilidade", formada ainda por A Aventura e O Eclipse, A Noite é um marco do cinema moderno.
- Debate: mediação de Hélio Ázara de Oliveira

Quarta, 8
O ECLIPSE (1962) - Um dos filmes essenciais dos anos 60, O Eclipse é a última parte da célebre "trilogia da incomunicabilidade" do mestre Antonioni. Logo após terminar com o namorado, Vittoria conhece Piero, um jovem operador da bolsa de valores. Apaixonados, iniciam um conturbado romance pelas ruas de Roma.
- Debate: mediação de Umberto Cerasoli Júnior

Quinta, 9
O DESERTO VERMELHO (1964) - Vencedor do Leão de Ouro de Melhor Filme no Festival de Veneza, O Deserto Vermelho é uma das obras máximas do mestre Michelangelo Antonioni. Chuva, neblina, frio e poluição assolam a cidade industrial de Ravenna, na Itália. Ugo, o gerento de uma usina local, é casado com Giuliana, uma dona de casa que sofre de problemas psicológicos. Numa viagem à Patagônia, ela conhece o engenheiro Zeller, o que pode mudar sua vida. Em O Deserto Vermelho, Antonioni, no auge de sua forma, aborda os temas centrais de sua filmografia: a incomunicabilidade e a solidão do homem contemporâneo.
- Debate: mediação de Alessandra Brum

Sexta, 10
BLOW UP (1966) - A nova linguagem usada nesse suspense por Antonioni marcou a década de 60. Rodado na Inglaterra, o filme é carregado de simbolismos e chega quase a ser hermético. O enredo enfoca o envolvimento de um fotógrafo em um crime, que ele descobre ao ampliar fotos feitas em um parque e descobre o que parece ser um cadáver escondido nos arbustos. Obcecado, ele começa a investigar e se vê envolvido em situações bizarras. Ele tenta elucidar o caso cercado de mistério, sem temer eventuais riscos. A produção cuidadosa tem referência dos anos 60 realçadas pela participação da modelo Verushka.
- Debate: mediação de Ronaldo S. Gomes

Sábado, 11
ALÉM DAS NUVENS (1995) - Um drama em episódios que mostra um diretor de cinema viajando pela Itália à procura de uma idéia que o inspirasse a rodar um novo filme. Histórias de amor ou da impossibilidade de amar com pinceladas de erotismo e requinte, pontuadas pela visão de um cineasta em crise que tenta reencontrar sua inspiração. Uma belíssima reflexão a respeito da vida e da arte.- Debate: mediação de Newton Marques Perón

SERVIÇO:
MIS
Rua Regente Feijó, 859, Centro. - Palácio dos Azulejos
Entrada franca
06/04 a 10/04 - às 19h
11/04 - às 16h

Nenhum comentário: