Ho-ho-ho

Ho-ho-ho

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Sessão especial para cegos - Se eu fosse você 2

Achou: 


“SE EU FOSSE VOCE 2”
Dia: 20 / 11 / 2010 (sábado) – 14:30(com audiodescrição) e 19h30min (sem audidescrição)- Debate após a Exibição
Direção: Daniel Filho
Ano: 2009 - (Brasil)
Elenco: Glória Pires, Tony Ramos, Cássio Gabus Mendes, Isabelle Drummond
Sinopse: Cláudio (Tony Ramos) e Helena (Glória Pires) estão prestes a se separar, o que faz com que ele passe a morar na casa de Nelsinho (Cássio Gabus Mendes). Porém, após a primeira reunião do divórcio, eles discutem em pleno elevador e, repentinamente, trocam de corpos mais uma vez. Isto faz com que ambos tenham que viver a vida do outro, tendo por experiência o que ocorreu anos antes. Paralelamente há a situação de Bia (Isabelle Drummond), filha do casal, que está grávida e não sabe como contar aos pais.
100 min.


Sob curadoria do CINE BR MOVIMETO – Ponto de Cultura
e promoção BELL MACHADO amanhã (20/11) às 14:30 será exibido o filme "Se eu fosse você 2" (2009) com audiodescrição(*).

Para maiores informações acesse o link:
http://www.miscampinas.com.br/evento_188-se_eu_fosse_voce_2.htm


*
A audiodescrição é uma técnica usada para complementar a compreensão de filmes por parte dos deficientes visuais.
Um tipo de narração, que pode ser feita gravada ou ao vivo, descrevendo elementos da cena e abrindo novas possibilidades
de interpretação.

Roteiro e narração: Bell Machado
Apoio: Ponto de Cultura Cinema em Palavras


Museu da Imagem e do Som (MIS) de Campinas
Palácio dos Azulejos - Rua Regente Feijó, 859 - Centro - Campinas (SP)
Telefone: (19) 3733-8800.

Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Programação MIS - Museu da Imagem e do Som Campinas

Achou: 

Paradinha - Tom Jobim e Edu Lobo

Paradinha no MIS
audição comentada de LPs
quinta-feira, 18 de novembro
17h30
Tom Jobim e Edu Lobo

Dois grandes nomes da música brasileira reconhecidos internacionalmente como compositores sofisticados de formação erudita e “alma” popular, Tom Jobim e Edu Lobo desenham um retrato do que foi a bossa-nova no início (Tom/mestre) e em sua segunda geração (Edu/pupilo). Aliando de modo intuitivo a música popular e a erudita, usando contrapontos, melodias inesperadas, ondulantes e expressivas e harmonias reticentes aprendidas através de compositores como Bach, Chopin, Villa Lobos e Debussy, com suas cores e ritmos brasileiros, renovaram a canção brasileira, valsas, serestas e o samba.

Expressa com leveza, técnica e criatividade, a música intimista de Tom Jobim recolhe elementos do cotidiano para configurar com requinte uma terra simultaneamente real e imaginária. E recria o samba. Tom foi pianista, arranjador, violonista, cantor, maestro e compositor de alguns dos maiores clássicos de nossa música, como Chega de Saudade, Águas de Março, Garota de Ipanema e Se Todos Fossem Iguais a Você.

Edu Lobo, carioca que sempre passava as férias no nordeste, terra de seu pai (o compositor pernambucano Fernando Lobo), através de parceiros como Ruy Guerra, Oduvaldo Viana Filho, Gianfrancesco Guarnieri, Vinícius de Moraes e Augusto Boal, entre outros, nos anos 60, criou uma música mais combativa, regionalista, que aprofundou a divisão da Bossa Nova em duas correntes, marcando a segunda geração pelo conteúdo social, que até então, na área musical, era ignorado devido aos planos e sonhos desenvolvimentistas de JK.

Na era dos festivais, interpretada por Elis Regina, sua música Arrastão foi a vencedora, projetando-o nacionalmente e confirmando uma carreira de sucesso que viria a ter como compositor, pianista, violonista, cantor, arranjador e orquestrador de grandes espetáculos, tanto no teatro como na TV, além de sua missa, ballets e belíssimas gravações no exterior: uma obra completa de tremenda qualidade: o pupilo superou o mestre?

Venha ouvir LPs desses dois maravilhosos melodistas da nossa MPB. Traga seu LP de casa para compartilhar com os amigos. Você é bem-vindo!!!


SERVIÇO:
Grátis
Sala de Audição

MIS - Museu da Imagem e do Som de Campinas
Rua Regente Feijó, 859 - Centro - Campinas/SP
Maiores informações: (19) 3733 8800 / 
http://www.miscampinas.com.br


Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Ponto Fino - exposição coletiva

Achou: 
Exposição coletiva de pesquisa e criação que reúne 47 artistas formandos em 2010 do curso de Artes Visuais com ênfase em Design da PUC Campinas.
Ponto infinito se caracteriza pela pluralidade de linguagens, destacando propostas singulares e experimentais tendo como ponto primordial as trajetórias de pesquisa e a infinidade de possibilidades poéticas relacionadas ao repertório individual.
Durante o período de exposição serão oferecidas visitas monitoradas, oficinas artísticas e contará com uma programação de palestras dos artistas: Del Pilar Sallum, Maira Endo, Marcelo Moscheta, Paula Almozara, Paulo Cheida Sans e Tatiana Fecchio.

Abertura: 12 de novembro, às 20h.

Visitação: de 13 de novembro a 04 de dezembro, de terça a sexta-feira, das 10h às 18h e sábados, das 10h às 16h.


Exposições no MIS
Novo horário para visitação pública das exposições: de terça a sexta-feira, das 10h às 18h e sábados, das 10h às 16h.

SERVIÇO:
Museu da Imagem e do Som (MIS) de Campinas
Palácio dos Azulejos - Rua Regente Feijó, 859 - Centro - Campinas (SP)
Telefone: (19) 3733-8800


Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

FINIFOTOS: A galeria de fotos mais divertida da web dá prêmios!

Achou: 
Mais uma vez a FINI GULOSEIMAS está presente com uma grande ação na web: o Concurso Cultural FiniFotos.

Para participar, o internauta deve fazer uma foto com os produtos FINI e completar a frase: FINI COMBINA COMIGO PORQUE.

Os mais criativos ganham prêmios como máquinas fotográficas Nikon e kits de produtos Fini. 

E como existem prêmios para os 20 primeiros colocados, a chance de ser premiado é muito grande. 

O concurso começou agora, dia 22/10/2010, e vai até Dezembro.

Para acessar:
www.mundofini.com.br/finifotos

Não fique fora dessa! PARTICIPE!!!

Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

Mostra de Teatro do Departamento de Artes Cênicas da UNICAMP

Achou: 
As atrizes Camila Morosini e Julia Maykot
Este mês começa a “MOSTRA DE TEATRO” do Departamento de Artes Cênicas da UNICAMP. São espetáculos criados pelos alunos do curso de Artes Cênicas, sob direção e orientação de professores e artistas convidados. As apresentações acontecerão de 23/11 à 12/12 no Espaço Cultural Semente e no TAO (Teatro Arte e Ofício). A entrada é franca.

Confiram a programação:


Local: Espaço Semente (Av. Santa Isabel, 2070, Barão Geraldo)
 
Luz nas Trevas
De Bertold Brecht. Direção: Márcio Tadeu.
Sinopse: Uma análise lúcida do funcionamento da prostituição dentro da máquina capitalista. Através de Paduk, "o paladino da moral" e da cafetina Sra. Hogge, é contruída a narrativa que nos revela como a moral pode mudar, estando perversamente a serviço da exploração do lucro.
Horários:
23/11 (terça) e 24/11 (quarta) às 21h
25/11 (quinta) às 12:30h e 21h

Polaroids
Direção: Alice K.
Sinopse: Expõe uma dinâmica de trabalho criativo comum, compartilhado, comentado e convivido, propondo que cada voz seja um poema, uma atmosfera, uma imagem flutuando vagabunda.
Horários:
26/11 (sexta) às 21h
27/11 (sábado) às 19h e 21h
28/11 (domingo) às 19h e 21h

E, de repente, eu estava lá...
Orientação: Matteo Bonfitto. Direção: Marina Elias.
Sinopse: Espetáculo/jogo inspirado nas "realidades ficcionais" de Valère Novarina, traz questões ligadas à representação, atuação e experimentação, a partir do encontro pessoal e poético entre Clarice Lispector, Fernanda Young, Kim Insing e Priscila Paes.
Horários:
02/12 (quinta) às 21h
03/12 (sexta) às 12:30h, 19h e 21h
04/12 (sábado) às 19h e 21h


Mistério Bufo – Com Academia de Palhaços
De Vladmir Maiakovski. Direção: Fernando Neves.
Sinopse: Épico cômico. Paródia da revolução comunista russa retrata a destruição da Terra por um grande dilúvio que só deixa sobrar uma arca, onde transita pelo céu e o inferno em busca do paraíso da revolução.
Horários:
08/12 (quarta) às 19h e 21h
09/12 (quinta) às 12h30min, 19h e 21h

Mesmo no Deserto
Texto: Rafael Ary. Direção: Mário Santana.
Sinopse: Duas mulheres vivem juntas num apartamento e planejam fazer uma viagem que mudará suas vidas.
Horários:
10/12 (sexta) às 21h
11/12 sábado) às 19h e 21h
12/12 (domingo) às 16h e 21h




Local: Teatro de Arte e Ofício (TAO) (Rua Conselheiro Antônio Prado 529, Vila Nova, Campinas)

Nau dos Loucos
De Luis Alberto de Abreu. Direção: Mário Santana.
Sinopse: Comédia épica sobre a parceria inusitada entre um norueguês imperialista e um índio canibal e ciclotímico, a bordo da mítica nau dos loucos. Reflexão crítica e irreverente sobre a formação do povo brasileiro.
Horários:
30/11 (terça) às 21h
01/12 (quarta) às 21h
02/12 (quinta) às 12:30h e 21h
03/12 (sexta) às 21h

"Q"
Orientação: Matteo Bonfitto. Dramaturgia coletiva.
Sinopse: Dois homens buscam desvendar o mistério em torno de uma mulher. Os atores oferecem ao público uma viagem através deste experimento original sobre a narrativa e o suspense, o fato e o abstrato.
Horários:
07/12 (terça) às 12:30h e 21h
08/12 (quarta) às 19h e 21h

Dorotéia - ensaio para a cena
de Nelson Rodrigues. Orientação: Roberto Mallet
Sinopse:
"Casa das Três viúvas, Dona Flávia, Maura e Carmelita, cada uma das três jamais dormiu para jamais sonhar. Batem na porta... ". Assim começa a peça mítica de Nelson Rodrigues, uma farsa irresponsável, que explora o sonho e realidade de mulheres que habitam o universo estático do começo dos anos 50.
Horários:
09/12 (quinta) às 21h
10/12 (sexta) às 12:30h, 19h e 21h
11/12 (sábado) às 19h e 21h
12/12 (domingo) às 16h e 21h

Não percam!

Adicionar aos Favoritos BlogBlogs